Você já se deparou com a necessidade de um processo seletivo em sua empresa e pensou o que fazer diante disso?

A seleção de um novo profissional é um momento crítico para qualquer negócio. É preciso garantir que ele tenha as habilidades necessárias para a atividade a que se destina, que tenha fácil adaptabilidade e que esteja verdadeiramente disposto a se integrar à companhia, e não apenas passando um tempo esperando outra oportunidade. Independentemente do formato do recrutamento, é importante que a seleção seja feita de forma adequada.

Recrutamento interno

O recrutamento interno é o processo de seleção feito dentro da própria organização contratante, atualmente muitas equipes optam por esse sistema, podendo ser considerado um plano de carreira, o que motiva muitos funcionários a permanecerem na empresa depois de um certo tempo tendo assim um aproveitamento que os mantêm motivados.

Um dos primeiros passo é analisar o perfil da equipe, incluindo experiências, qualificações e características comportamentais.  É um passo significativo para identificar se há candidatos aptos para assumir a posição aberta, a recomendação é fazer uma descrição da vaga, regras para participar do processo de seleção e divulgação para todos os colaboradores por canais de comunicação internos.

As vantagens de se optar por um processo interno são muito atrativas como por exemplo:

 

  • Candidatos com perfis já conhecidos pelos gestores

Com o candidato que já trabalha na empresa o processo é facilitado pois o gestor já conhece os pontos fraco e fortes de cada um, deixando assim tudo mais descomplicado para os dois lados, os candidatos já conhecem o negócio, os processos e a cultura organizacional.

  • Aumento da motivação

Os colaboradores veem a oportunidade de ascensão profissional caso realizem um bom trabalho, tendo assim uma motivação extra para exercer sua função.

  • Menos gastos

O gasto aplicado com treinamento, adaptação e benefícios para um novo funcionário pode ser transferido para treinamentos e aperfeiçoamentos entre os funcionários da empresa, capacitando todos para uma função maior.

  • Menos tempo aplicado no processo de seleção

Com o processo interno o tempo gasto com ligações, preparação de uma entrevista elaborada e apresentação da empresa é reduzido a muito pouco sobrando tempo para funções mais importantes daquele dia.

 

As vantagens do processo interno são ótimas, mas por sua vez também existem as desvantagens:

 

  • A expectativa gerada no colaborador

Durante esse processo é levantada uma certa expectativa para os funcionários que participam, e quando esse resultado não é positivo pode gerar uma frustração e até mesmo um desconforto por parte dos funcionários.

  • Gestores ressentidos pela perda de um bom funcionário

Para adequar o funcionário ao seu novo cargo é preciso que ele deixe seu cargo antigo, isso pode causar incômodo em alguns gestores de departamentos por estarem perdendo um bom funcionário.

  • Falta de inovações, ideias novas na equipe e criatividade

Isso pode ocorrer quando um funcionário da empresa se junta a uma nova equipe, ocorrendo uma visão não tão diferente das demais, o que não atrai coisas novas para planos futuros.

  • Disputa pela posição

Os funcionários podem enxergar esse processo como uma batalha, só o melhor vencerá, e essa disputa pode ser um grande problema gerando grandes conflitos entre os colaboradores.

 

Dicas Para Realizar um Recrutamento Interno

 

Imparcialidade

Seja imparcial na hora de realizar a seleção e mostre isso aos candidatos. Aja da mesma forma que faria em um processo normal, com candidatos desconhecidos. Não deixe transparecer preferência por se simpatizar mais por esse ou aquele funcionário.

Divulgação da Vaga

Se você optou por realizar um recrutamento interno, faça um comunicado e informe a todos a sua intenção. Deixe claro quais são os requisitos e o que é esperado do candidato. Assim, todos irão tomar conhecimento e os interessados poderão se manifestar.

Consultoria

Nesse caso a empresa pode optar por contratar uma consultoria em RH para que não haja preferência e nem desavenças durante esse processo.  Você pode saber um pouco mais aqui.

Recrutamento externo

Dentre os tipos de recrutamento, o recrutamento externo é o mais comum, ocorre quando o gestor procura alguém fora do seu quadro de funcionários, ele pode ser feito pela área de RH ou com o apoio de uma consultoria especializada, as técnicas devem ser bem definidas e a área da vaga deve ter de forma bem clara o perfil que procura, assim o RH poderá trabalhar melhor e trazer a pessoa mais indicada, um bom processo de recrutamento externo começa com a atração de talentos que pode ser feita pelas redes sociais ou por sites de emprego.

 

Assim como o recrutamento interno o externo também tem suas vantagens

  • Incentiva a interação da organização com o mercado de trabalho

Com isso a organização está sempre atenta as novidades sobre recrutamento e também com os novos perfis que surgem nesse processo, as vezes o que você procura está ali escondido.

  • Diferentes abordagens

Uma cabeça nova também pode significar uma ideia nova, uma outra visão para resolver um problema, uma outra visão para um projeto, ou simplesmente algo novo, assim o ambiente será transformado com uma pessoa nova. Os candidatos que surgirem virão com uma bagagem de conhecimentos e experiências bastante diversificadas, o que poderá agregar valor à sua equipe.

  • Motivação

Sendo a escolha certa esse funcionário irá se esforçar ao máximo em todas as suas tarefas, mostrando que era a escolha perfeita desde o início, e irá exercer seu trabalho com perfeição.

 

Mas entretanto também podem transparecer suas desvantagens

 

  • Desmotivação

Os colaboradores que poderiam ocupar essa nova posição, podem se sentir rebaixados por não terem oportunidade de participar desse processo, se sentindo insuficientes, isso pode afetar também a produção de seu trabalho.

  • Processos de recrutamento externo custam tempo

Além de outros gastos operacionais que caso o candidato não seja a escolha adequada, possam acarretar determinados prejuízos, também podendo ocorrer mais de um processo caso não se obtenha resultados

  • Mais trabalho

A área de RH, precisa selecionar candidatos, fazer a triagem, diversas entrevistas, entre outros fatores, o que acaba sobrecarregando algum tempo dessa área.

Nesse caso, o mais indicado é procurar uma consultoria, para que assim outra pessoa especializada realize esse trabalho. Havendo assim uma apuração apropriada para cada candidato.

 

Dicas Para Realizar um Recrutamento Externo

Recontratação

Pense em funcionários que já passaram pela empresa, pode ter alguém que saiu para buscar um cargo melhor em outra organização, que foi demitido por algum motivo que não seja sua competência, para se dedicar aos estudos, que foi contratado como temporário.

Indicações

Para facilitar o processo de recrutamento com candidatos externos você pode pedir indicações aos seus próprios funcionários. Entretanto, é importante deixar claro o tipo de profissional que você está procurando

Considerações Finais

Realizar um processo seletivo pode parecer uma tarefa difícil, mas escolhendo o melhor caminho tudo se resolve.

O ideal é analisar todos os prós e contras e decidir qual é a melhor opção  para preencher a vaga aberta.

Se você ficou com alguma dúvida, ou quer conversar mais com a gente sobre o assunto, entre em contato conosco, que tanto eu, quanto outras pessoas do Grupo DIRETO, estaremos à disposição para bater um papo com você!

Por Ana Clara, departamento de Marketing do Grupo DIRETO