A gestão financeira tem a função de melhorar os resultados financeiros, aumentando o valor do patrimônio por meio do lucro, permitindo ao seu gestor identificar os diversos pontos críticos das áreas da empresa e também otimizar processos, melhorar a alocação de recursos, criando estratégias para curto e longo prazo.

Fazer uma boa gestão é um desafio constante para quem está à frente do negócio. 

As oscilações econômicas e ações da concorrência criam instabilidade interna e, se você não estiver atento a essas variáveis, correrá um sério risco de não ter tempo de uma ação corretiva.

Para cumprir com todas essas atividades, é necessário pulso firme, comprometimento e organização. As estratégias financeiras têm de estar alinhadas aos objetivos e à missão da empresa. E para que você não se perca neste processo, separamos 5 dicas para que seus processos de gestão sejam campeões em sua empresa.

Como adquirir uma boa gestão financeira. 

  • Adquira conhecimento em gestão de negócios

Muitas das maldades do mercado corporativo são absorvidas, logicamente, com a experiência ao longo dos anos. Ainda assim, manter-se atualizado em relação às novas ferramentas e conceitos teóricos em gestão de negócios é essencial a gestores que, limitados pelo excesso de tarefas e falta de tempo, acabam optando por decisões diárias, tomadas com pouco ou nenhum planejamento.

Obter conhecimento na área de finanças é uma grande dificuldade dos empreendedores, por isso quanto mais você dominar o assunto, mais vantagem competitiva adquire.

  • Realize um planejamento estratégico

O planejamento estratégico da organização fica muito mais racional e fácil partindo do uso de ferramentas financeiras e do controle dos custos,e pode ser implementado trazendo inúmeras vantagens para a organização, e isso permite que a empresa saiba onde está e aonde quer chegar. Também aponta os recursos financeiros, humanos e materiais necessários para os objetivos definidos, mostrando, de forma detalhada, quais caminhos precisam ser percorridos e apresentando um verdadeiro mapeamento do momento atual e futuro da entidade.

Esse planejamento inclusive, apresenta as condições para uma possível expansão, caso esse seja o desejo do empreendedor para o futuro. Mesmo que seja apenas uma perspectiva, o apontamento favorável estimula um engajamento maior de todos os envolvidos.

  • Administre corretamente seu fluxo de caixa

Seja calculando erroneamente os ganhos ou subestimando as perspectivas de gastos, a má administração do fluxo de caixa pode levar a diversos prejuízos, de tempo, esforços e dinheiro. 

Dentre as alternativas para uma elaboração eficiente de fluxo de caixa está parceria com uma contabilidade especializada com foco em resultados. 

  • Tenha uma gestão orçamentária

Sem um orçamento, você não terá noção dos investimentos ou despesas futuras, o que deixa uma lacuna no seu planejamento e nas projeções futuras. As compras e as vendas devem ser previstas com o mesmo grau de importância.

O ideal é trabalhar sempre no modelo previsto e realizado e assim garantir que nenhuma despesa seja realizada sem constar na base do orçamento ou ser realmente necessária.

Um bom orçamento deve ser elaborado no início do ano com base em tudo o que foi realizado no ano anterior e na prospecção para o próximo ano. 

Caso isso não seja possível, você pode começar do ponto em que está tomando como base o mesmo período.

  • Desenvolva estratégias para melhorar os resultados.

Quando você tem informações sobre suas despesas e receitas, consegue tomar decisões seguras para ampliar os resultados de sua organização. 

É importante desenvolver estratégias embasadas nas vivências reais de sua empresa, para que as consequências sejam as melhores!

Sobre as despesas, cuide e preserve a administração das boas. Estas são as que fazem o sistema organizacional funcionar perfeitamente, como o pagamento dos colaboradores, internet, telefone, etc. Corte as despesas ruins, que são aquelas desnecessárias. Desenvolva ações para redução de custos, como o reaproveitamento de papéis, diminuição de ligações, dentre outras.

Lembre-se de deixar uma reserva para gastos eventuais, pois eles sempre aparecem. 

 

Considerações finais 

É indispensável o planejamento financeiro e execução de uma gestão financeira eficiente para evitar erros, que na maioria das vezes, coloca em risco a continuidade empresarial.

Cabe ao empreendedor a constante busca de informações para garantir a prática de uma boa gestão financeira e a evolução de seus negócios.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, você pode consultar uma empresa como a DIRETO Contabilidade, Gestão e Consultoria.

Mas, se você quer saber ainda mais sobre esse tema, mande um e-mail para: [email protected]

Que tanto eu, quanto outras pessoas da Direto, estaremos à disposição para bater um papo com você!

Por Ana Clara, departamento de Marketing do Grupo DIRETO.