Desde o momento em que é decidido abrir uma empresa a primeira coisa a se pensa é no tamanho de seu investimento, e qual a melhor forma para administrá-lo.

A parte crucial para manter uma empresa bem estruturada financeiramente é saber como fazer o melhor uso de seu investimento, pois é muito importante ter controle total de todo seu patrimônio.

A forma mais utilizada para ter controle total de tudo que entra e sai de sua empresa é o fluxo de caixa, que é usada para ter informações mais detalhadas sobre seu negócio e também uma das formas de medir o crescimento de sua empresa.

Muitas empresas lidam com um grandes quantidades de operações financeiras diárias, que envolvem vendas, pagamentos, recebimentos, compras e diversas movimentações que tornam possível o funcionamento do negócio.

Acredite, é mais fácil do que parece, e por isso nós vamos te dar uma mãozinha para organizar um fluxo de caixa excelente.

 

Mas o que é Fluxo de caixa?

Refere-se ao fluxo do dinheiro no caixa da empresa, ou seja, ao montante de caixa recebido e gasto por uma empresa durante um período de tempo definido, algumas vezes ligado a um projeto específico. O fluxo de caixa refere-se ao movimento de dinheiro no período passado, enquanto o orçamento é o seu equivalente para períodos futuros.

Pode parecer uma tarefa complicada, não é? Mas seguindo nossas dicas tudo vai ficar mais descomplicado.

Determine um período para controle.

O fluxo de caixa pode ser atualizado diariamente, semanalmente ou até mesmo mensalmente, assim você terá um grande auxílio na tomada de decisões. Não escolha um período muito longo, senão você estará correndo mais risco de perder o controle, quanto menor for o intervalo de tempo do cálculo, mais preciso será o seu resultado. Sua projeção precisa ser atualizada sempre que houver um fato novo: um gasto imprevisto, um cliente novo chegando etc.

Organize suas despesas

Suas despesas devem levar em conta toda a sua posição financeira, por isso é importante fazer uma lista com todas elas, seja qual for o valor gasto ou recebido, é muito importante registrar todos eles, para conseguir analisar por que alguns gastos foram feitos e por onde você obtém maior retorno.

Uma forma de organizar suas despesas é fazer uma separação por categorias, assim você pode ter um entendimento melhor sobre como o dinheiro se movimenta em sua empresa

Para as categorias de despesas, existem vários tipos comuns, como Aluguel, Telefone, Internet, Salários, Impostos, dentre outras, porém, podem existir categorias que são mais particulares ao dia a dia da empresa, tal como manutenção e aquisição de recursos.

Por exemplo:

O ideal é achar uma forma que se adeque melhor ao que você precisa e partir desse ponto.

 

Pense a curto e longo prazo

Por meio do fluxo de caixa é possível fazer uma projeção média para todo o ano, assim você pode visualizar diferentes hipóteses e se preparar para os mais diversos cenários . O ideal é identificar os desvios ocorridos para poder discutir soluções futuras.

Realizar uma projeção também é de grande auxílio para preparar o planejamento para o ano seguinte por exemplo, se não houver uma mudança brusca, é possível usar a projeção de 2018 para ter ideia do cenário em 2019.

Visualizar onde você quer estar financeiramente daqui a um mês ou um ano pode ajudar muito, pois essas metas vão exigir melhorias constantes na forma que você administra seu dinheiro.

Concentre seus esforços em gerenciar seu fluxo de caixa focado em alcançar aquele momento em que você percebe seus lucros.

Tenha uma reserva de emergência

É de extrema importância não misturar finanças pessoais e empresariais, por isso é aconselhável manter sempre uma reserva em seu fluxo de caixa, pois assim, você pode lidar com gastos inesperados em sua empresa.

Essa reserva pode ser feita com uma redução de custos em determinados setores ou até mesmo com um corte em gastos superficiais.

Considerações finais

Por mais que estabelecer um fluxo de caixa pareça um bicho de sete cabeças, vale muito a pena organizar suas finanças, não é? Assim você estará preparado para lidar com as mais diversas situações que possam ocorrer durante todo o ano.

O ideal é sempre pedir auxílio de uma profissionais qualificados para ter uma orientação melhor nesse aspecto e conseguir estabelecer um bom crescimento empresarial sem deixar as contas no vermelho.

Se você ficou com alguma dúvida, ou quer conversar mais com a gente sobre o assunto, entre em contato conosco, que tanto eu, quanto outras pessoas do Grupo DIRETO, estaremos à disposição para bater um papo com você!

Por Ana Clara, departamento de Marketing do Grupo DIRETO.