Confira a entrevista do Luth Lemos, especialista em Departamento Pessoal da Direto Contabilidade, Gestão e Consultoria, para o jornal o Tempo, de Minas Gerais, sobre a insalubridade da gravidez.

Data da publicação: 02/10/2017

Artigo original: O Tempo – Economia

 

Segundo a matéria publicada pelo jornal, a Reforma Trabalhista, que entrou em vigor no dia 11 de Novembro de 2017, provocou mudanças em alguns pontos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e uma das alterações feitas foi referente a questão da Insalubridade na Gravidez.

Mulheres que exercem atividades que por sua natureza, condições ou métodos de trabalho, as expõem em condições nocivas a saúde, devem ficar atentas as novas condições apresentadas, que englobam pontos ligados ao afastamento de trabalho e ao órgão pagador.

Leia a reportagem completa no site do jornal O Tempo e saiba porque a gravida precisará de atestado para escapar da insalubridade!