fbpx

Tive prejuizos com o Black Friday: E agora?

Tive prejuizos com o Black Friday: E agora?

O Black Friday acabou e você só teve prejuízo? Pensou que ia dobrar o faturamento, mas ao invés disso não conseguiu ter o retorno que estava esperando?

Essa data está entre as melhores oportunidades de dobrar o faturamento, no entanto, por mais que se trate de uma ocasião tão esperada, nem sempre é fácil estar pronto pra ela.

Se você passou por isso, não se preocupe nesse artigo você vai entender melhor como você pode criar estratégias para se dar bem no próximo Black Friday. Continue lendo!

 

COMO SURGIU O BLACK FRIDAY?

Um dia voltado unicamente para as compras, e mega descontos teve seu início nos Estados Unidos, que normalmente acontece na última sexta-feira do mês de novembro. O evento tornou-se mundialmente famoso e tomou grandes proporções, causando tumultos ruas e enormes filas.

No Brasil chegou em 2010 com aproximadamente 10 lojas ‘online’, que juntas movimentaram três milhões de reais, o que fez com que os outros setores se interessassem também, mas há quem diga que o Black Friday no Brasil é uma enorme farsa, pois, muitas lojas aumentam os preços uma semana antes para diminuírem no dia do evento, anunciando altos descontos.

No Brasil o Black Friday acontece em uma data em que o consumidor recebe mais dinheiro por conta do 13º salário, a preparação do comércio brasileiro para receber o evento tem se tornado cada vez maior, desde negociações antecipadas com os fornecedores, organização funcional da loja e da equipe e outros.

 

 

O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER NO BLACK FRIDAY

Desde quando chegou ao Brasil, se tornou uma data importantíssima para o mercado brasileiro. Entretanto, muitos empreendedores cometem o mesmo erro em não planejar o começo, meio e fim de toda sua estratégia de vendas.

Lembre-se que o objetivo é vender para gerar lucro então, tome muito cuidado para não manchar a reputação da sua empresa!

Confira agora os principais erros que você deve ter cometido e nem percebeu no seu Black Friday.

 

  1.  Oferecer descontos que não são descontos

    O mais temido de todos e mais comentado também. O Brasil tem a fama de ser conhecido como Black Friday de fraude. Cometer esse tipo de erro é gravíssimo para qualquer empresa. Isso chama-se maquiagem de preços e é propaganda enganosa. Portanto em hipótese alguma opte por mascarar os preços.

  2. Vender produtos que não estão no estoque

    Por mais que euforia de aumentar as vendas sejam altas. É imprescindível que verifique o que tem ou não tem dentro do seu estoque, pois, é péssimo para os negócios deixarem o cliente na mão ou sem a mercadoria tão aguardada.

    Organize e analise os relatórios de faturamento e preços dos anos anteriores, e verifique os produtos mais procurados nesse período e aumente seu estoque

  3. Não ficar atento a concorrência

    Nesse momento é onde grande parte dos consumidores ficam dias e dias antes analisando os preços para encontrarem a melhor custo e benefício. Por isso, verifique quais estratégias seus concorrentes estão trabalhando. Se não puder competir, procure por outras táticas, como frete gratuito, brindes, vale-desconto.

  4. Oferecer uma única opção de pagamento

    Em uma fase em que as compras são uma loucura, utilizar apenas uma única forma de pagamento pode ser extremamente prejudicial para as vendas. Ampliar as formas de pagamento garante que você atenda todos os tipos de clientes. Na hora do pagamento as possibilidades são determinantes para a decisão de compra.

     

  5. Não dar atenção para a experiência do consumidor

    Se você chegou até aqui, sem sombras de dúvidas você já percebeu que o Black Friday não é uma tarefa fácil.

    Você já deve ter ouvido falar que estamos na era da experiência do consumidor. Isso significa que a experiência e a relação que o cliente tem com a empresa, são tão importantes quanto o serviço ou o produto que ela oferece.

    Proporcione ao seu cliente uma experiência de compra memorável.

     

COMO SUA EMPRESA PODE SE DAR BEM NO BLACK FRIDAY

Os erros sempre estão acontecendo para que possamos melhorar, não é mesmo? Para o próximo ano que está próximo, comece se preparando e planejando quanto antes.

No último ano, somente as vendas online passaram dos R$ 2 bilhões, segundo um relatório divulgado pela Ebit. Logo faturamento das lojas passou os R$ 3,5 bilhões.

É hora de preparar o seu negócio. Confira as principais dicas que separamos para você colocar em prática para ter sucesso no seu próximo Black Friday.

  1. Saiba quando e o que vender

    O ideal é que você planeje e crie estratégias, como o próprio nome já diz, o Black Friday acontece uma vez por ano, logo as margens para erros são pequenas demais.

    Planeje o que vender e por quanto tempo estará a venda, sempre colocando em pauta seu modelo de negócio, seu orçamento e tamanho da equipe.

  2. Crie descontos atrativos

    Os atrativos para seus produtos podem ir muito mais além do que apenas descontos. Você pode também oferecer frete grátis, garantia estendida, cupons. Esse é o momento em que quanto mais criativo você for melhor para os negócios

  3. Calcule bem a margem de lucro

    Na Black Friday todos precisam ganhar, não é mesmo?

    E para isso é importantíssimo que você tenha seu o fluxo de caixa sob controle, e calcular a sua margem de lucro, para assim evitar prejuízos com as promoções. É esse cálculo que irá definir quanto você pode oferecer de desconto nos produtos, considerando o seu cenário.

  4. Verifique a qualidade do servidor e do site

    Se você for um e-commerce o maior pesadelo de todos nesse grande dia, é a conexão cair e deixar todos os seus clientes sem finalizar a compra.

    É normal que o tráfego do seu site aumente durante o dia do Black Friday, é fundamental que você garanta suporte o tráfego para os visitantes, a navegabilidade e principalmente se site está habilitado para versão mobile.

     

  5. Atenção total para um atendimento de qualidade

    Agora é a hora de preparar a sua equipe para oferecer o melhor atendimento possível. É importante realizar um treinamento com antecedência com seus colaboradores, para que eles possam dar conta, de atender, sanar as dúvidas, ajudar os consumidores no que precisar.

 

CONCLUSÃO

O Black Friday é apenas uma data específica, ao longo de todo o ano existem diversas oportunidades que podem servir para que você possa dobrar o faturamento do seu caixa.

Entretanto, em muitos casos, muitas empresas têm grandes prejuízos e até entram em falência por problemas na maneira de gerir o negócio. Logo nenhuma oportunidade de dobrar o faturamento é aproveitada. Se você sente que está trabalhando muito e ainda assim os resultados continuam piorando, pode ser indícios que sua gestão precise de ajuda.

Portanto, é importante que você busque por informações de alta qualidade que possam trazer caminhos e novas rotas para que sua empresa pode alavancar os resultados.

Para te ajudar nessa tarefa, fique por dentro das nossas dicas e acompanhe nossos artigos.
Mas, se você ficou com alguma dúvida ou quer saber ainda mais sobre esse tema, mande um e-mail para: [email protected] Que tanto eu, quanto outras pessoas de nosso time de especialistas, estaremos à disposição para bater um papo com você!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Como avaliar meus líderes? Aprenda aqui!

Que líder nunca teve medo da Avaliação de Liderança, atire a primeira pedra. Esse é um assunto extremamente polêmico nas empresas, pois, em muitos casos esse tema é ignorado pelos líderes. Afinal de contas, esse é o momento em que será avaliado, seu desempenho, sua competência e principalmente sua liderança, que é fundamental para qualquer

Saiba como: Pequeno empresario pode pegar emprestimos

Para abrir um negócio além de toda a burocracia, temos em primeiro lugar, problemas com a falta de dinheiro, que consequentemente fazem com que o empreendedor desista do grande sonho e busque por emprestimos. É muito normal que o diante dessa situação, busque por novas fontes de renda, sendo a mais famosa entre todas elas,

Empresas familiares: Como vencer os desafios

Você sabia que cerca de 90% das organizações brasileiras, são formadas por empresas familiares e apenas 7 em cada 100 não conseguem chegar a 2ª geração e só 30 chegam a 3ª geração. As empresas familiares representam aproximadamente 90% dos negócios no Brasil e são a base do empreendedorismo por todo o mundo. De uma

Outros artigos que podem te interessar

Assine nossa Newsletter