Quando se está no ramo empresarial muitas dúvidas vêm à tona, não é mesmo?

E estar a frente de uma empresa onde ocorrem inúmeros acontecimentos geram preocupações, e com isso muitas coisas que devem ser levadas em consideração.

Para obter um controle melhor e estar um passo à frente dos os perigos que podem ocorrer e é indispensável realizar um bom planejamento, que nesse caso é chamado de gestão de risco.

Se você não está familiarizado com esse termo fique tranquilo, nós estamos aqui para te dar todo o auxílio necessário.

 

O que é a Gestão de Riscos?

Gestão de riscos é um conjunto de atividades que tem como  objetivo a prevenção de uma empresa em relação a possíveis riscos ou ameaças que possam afetar os resultados da organização.

Esse é um trabalho para que a empresa possa se antecipar antes que aconteçam situações de risco. Além disso, líderes conseguem obter mais tempo para se preparar e criar estratégias para burlar as ameaças sem que tenham sido previstas.

Ou seja, é um processo que identifica, avalia, administra e controla os riscos existentes na organização ou departamento, tentando minimizar ou até mesmo eliminar a possibilidade de impactos negativos sobre os objetivos.

 

Quais são os tipos de riscos existentes?

O risco nada mais é do que um desvio das metas e objetivos da empresa.

Pode ser um evento, uma circunstância ou uma condição, como por exemplo:

 

  • Acidente de trabalho
  • Fraudes ou golpes financeiros
  • Acidente ambiental
  • Perda de um colaborador muito importante para a empresa
  • Falta de fornecedor
  • Evento que mexeu com a imagem da marca da empresa
  • Processos judiciais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como dar os primeiros passos?

Anote todos os eventos que aconteceram nos últimos anos que prejudicaram as atividades ou a reputação da empresa, de alguma maneira e com isso defina todos os prós e contras de não ter se preparado antecipadamente para evitar esses eventos.

Depois determine quais os objetivos e as vantagens de implantar um projeto como esse dentro da empresa e no que teria  influenciado se tivesse tido um planejamento anterior e em seguida leve o assunto para os demais colaboradores.

Como colocar a gestão em prática

Defina cada papel

Este é o momento de definir, de forma clara, quais são as responsabilidades de cada área, e assim fazer com que todos possam entender sua importância e responsabilidade dentro em um cenário de crise.

Os líderes têm como principal responsabilidade definir quais são as funções de cada colaborador, e definir quais os melhores processos para gerenciar quaisquer riscos que possam acontecer.

 

Como identificar os principais riscos dentro da empresa

Existem  riscos que são considerados mais propícios a acontecer, são aqueles que podem afetar significativamente a empresa, seja a sua imagem ou a sua segurança.

Identificá-los requer examinar todos os eventos que afetarão os resultados da empresa, e é preciso pensar de forma ampla pois esses eventos podem acontecer internamente ou externamente.

Para isso, você pode criar uma lista com todas as possíveis ameaças, para que todas consigam ser pré-trabalhadas.

Mantenha uma boa comunicação

A comunicação sobre todos os assuntos que envolvem a gestão dos riscos, assegura que todas as partes interessadas compreendam esse contexto e também as decisões e ações tomadas, portanto, as informações  devem estar presentes em toda a empresa.

É importante desenvolver um plano de comunicação com todas as partes, para que não hajam conflitos empresariais, e para que exista ciência de todos nas ações  a serem tomadas em cenários de risco, é válido disponibilizar as informações em um portal online ou em outra plataforma para que a empresa esteja informada.

Avalie e analise.  

Por último mas não menos importante, é fundamental sempre analisar se a política empresarial está realmente sendo seguida e se os processos de gerenciamento estão de acordo com as necessidades e objetivos da empresa.

Essa análise pode ser feita sob a perspectiva de toda a organização, bem como de cada área, função ou atividade relevante para o alcance dos resultados

Pode ser criado também um processo de acompanhamento e análise das atividades estabelecidas dentro do planejamento feito para prevenção, com avaliações periódicas ou até mesmo métricas e indicadores para monitorar o desempenho.

 

Considerações Finais

A gestão de riscos pode trazer diversos benefícios, aposto que isso isso será considerado uma grande melhoria em sua gestão empresarial, e com isso sua empresa vai passar a estar mais preparada para enfrentar situações não programadas.

Tenho a certeza que nossas dicas serão valiosas para a gestão de riscos.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, você pode consultar uma empresa como a DIRETO Contabilidade, Gestão e Consultoria.

Entre em contato conosco, que tanto eu, quanto outras pessoas estaremos à disposição para bater um papo com você!

Por Ana Clara, departamento de Marketing do Grupo DIRETO