Descubra como a Direto
vai agilizar sua vida!

    Programa para socorrer pequenas e medias empresas durante o Coronavírus

    Programa para socorrer pequenas e medias empresas durante o Coronavírus

    O governo anunciou na sexta (28/3) um programa de R$ 40 bilhões para socorrer pequenas e médias empresas durante a crise do coronavírus. Trata-se de uma linha de crédito, oferecida junto a bancos privados, para pagar dois meses de salário dos funcionários.

    Esse tipo de empréstimo “se destina exclusivamente ao financiamento da folha de pagamento”, disse o presidente do Banco Central Roberto Campos Neto.
    Podem solicitar empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões, que irá diretamente do sistema do BNDES para o CPF, ou seja, para a conta do empregado. Os valores devem começar a ser disponibilizados em até duas semanas, segundo Campos Neto.
    A estimativa da equipe econômica é que 1,4 milhão de empresas e 12,2 milhões de empregados sejam beneficiados pelo programa.

    Uma das cláusulas do contrato é que a empresa que aderir ao financiamento não poderá demitir os empregados nesse período de dois meses.

    Os valores são limitados a até dois salários mínimos por funcionário. Quem ganha até R$ 2.090 receberá integralmente. Porém, se o salário for maior, o pagamento será limitado até esse valor – lembrando sempre que, para que o trabalhador receba, o empregador deve optar pela linha de crédito.

    A operação, segundo o presidente do BC, terá “zero de spread”, e a taxa de juros será de 3,75% ao ano, com seis meses de carência e prazo de 36 meses para pagamento.

    Share on facebook
    Facebook
    Share on google
    Google+
    Share on twitter
    Twitter
    Share on linkedin
    LinkedIn

    Outros artigos que podem te interessar

    REFORMA TRIBUTÁRIA e seus impactos nos Planejamentos Sucessórios

    O que é Reforma Tributária? Reforma tributária é a proposta do Governo Federal para simplificar o sistema tributário brasileiro extinguir tributos como o PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS por um Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).  A reforma busca modernizar a arrecadação de tributos e impostos para favorecer a competitividade das empresas. O

    Outros artigos que podem te interessar

    Assine nossa Newsletter

    Gostaria de saber mais sobre o assunto?